Vilarinho das Furnas # dia 34/40

Boa noite exploradores,

Depois de uma noite tranquila por Melgaço, a viagem que marcou mais um fim-de-semana de aventura foi  rumo a Vilarinho das Furnas. Uma verdadeira aventura, que nos preencheu toda a manhã, caracterizada pelas curtas estradas que nos acompanharam ao longo de toda a viagem. Passei por diversas localidades, como Castro Laboreiro e Britelo. Uma verdadeira exploração pelos diversos recantos que preenchem o Parque Natural do Gerês!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de uma viagem de 2 horas e 30 minutos pelas apertadas estradas do Parque Natural do Gerês, chegámos finalmente à Pousada de Juventude. Uma pousada no meio da floresta, constituída por casas, de diferentes tipologias, dispersas ao longo da sua enorme área. Um espaço muito tranquilo com vistas espetaculares sobre os grandes penedos que enchem de felicidade todos os exploradores. Os espaçosos relvados tornam-se os melhores amigos dos exploradores juniores!

Hoje tivemos a companhia de mais dois exploradores de Portugal! Os pais da Teresa vieram desfrutar da magia que se vive no Gerês, optando por ficarem também hospedados na Pousada de Juventude.

Seguindo as sugestões da Pousada, dirigi-me até à barragem de Vilarinho das Furnas, situada na antiga aldeia homónima que em 1972 ficou submersa. Uma barragem com águas límpidas e grandes blocos de granito que entram pelo rio adentro. Uma paisagem paradisíaca alcançada quer de carro ou através de uma fantástica caminhada. Já com os pés na água, deliciei-me com aquela fantástica paisagem. Um lugar encantador, discreto e com uma certa privacidade.

Depois deste momento de relaxamento, continuei a explorar o Gerês. As estradas sempre acompanhadas por gigantescos blocos de granito tornam esta viagem numa divertida recordação. De caras sobre os gigantescos granitos, surgem leões, figuras humanas,  expressões! Tudo depende da imaginação de cada explorador. Descendo sempre o monte até Rio Calmo, pude observar os imensos espigueiros e sequeiros espalhados pelos campos. Na chegada a Rio Calmo, fiquei deslumbrado com a barragem da Caniçada. Nesta barragem existe uma praia fluvial, designada por Praia do Ipanema,  local onde muitas famílias aproveitam para gozar os seus últimos dias de férias.

Para terminar o dia, quis ir conhecer a aldeia de Campos do Gerês que se situa a poucos metros da Pousada de Juventude. Uma óptima caminhada pelas estreitas ruas preenchidas pelas fachadas de granito que se encontram num óptimo estado de conservação. Uma subida até à Capela de Nossa Senhora da Conceição, traduz-se numa visão panorâmica desta cuidada aldeia. É de salientar a forte adesão de turistas Portugueses, principalmente de grupos de amigos que procuram viver a adrenalina dos desportos radicais. Mas o Gerês é feito de contrastes! Aqui a idade também fica à porta! Exemplo disso é a forte ocupação que se sente dentro da imensa área desta Pousada! Pais, filhos e netos, amigos e conhecidos reúnem-se entre os arvoredos e longa sala de estar! Mesmo sem luz natural, as brincadeiras entre os mais novos ganharam força até ao toque do recolher “obrigatório”.

Amanhã estarei pela cidade dos Arcebispos, Braga!

Aguardo pelas vossas sugestões!

Juntos, vamos #explorarPT!

Rui Manuel Ferreira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s